Quais os exercícios mais comuns nos testes de aptidão física para Delegado?

Muitos concurseiros que almejam o cargo de Delegado têm curiosidade de saber quais são os exercícios mais comuns nos testes de aptidão física nos concursos para a Carreira. Você é um deles? Então continue a leitura e tire todas as suas dúvidas sobre o assunto!

width=

Pensando nas dúvidas mais frequentes sobre a carreira de Delegado, o Supremo criou a série A Casa do Delegado Informa. Analisamos os últimos editais de cada um dos 27 Estados do país e também o de Delegado Federal para te esclarecer tudo sobre as Carreiras! Neste episódio, trouxemos o tema de exercícios mais comuns exigidos nos TAFs. Continue acompanhando nossas publicações para tirar suas dúvidas e ficar por dentro de todas as informações!

teste de aptidão física, mais conhecido como TAF, é uma fase exigida na maioria dos concursos para as carreiras policiais. Seu objetivo é aferir se o candidato apresenta condições de saúde condizentes com peso, altura e idade, além de capacidade física para suportar os exercícios a que será submetido durante o Curso de Formação Profissional e as tarefas típicas da atividade policial.

Analisando o último edital dos concursos espalhados pelo Brasil, 25 Estados exigiram o TAF. Curiosamente, no último certame para Delegado em São Paulo, ocorrido em 2017, essa fase não foi exigia. No Rio de Janeiro, edital de 2021, o teste foi cobrado de forma diferente: juntamente com o exame médico, oportunidade em que o candidato precisava se submeter apenas a exames de teste ergométrico, com laudo, hemograma completo, glicemia, ureia, creatinina e tipo Sanguíneo, com fator Rh.

Para fazermos um balanço das atividades mais comuns, vejamos quais foram exigidas nos editais analisados:

  • Roraima, 2003: corrida de 12 minutos, barra fixa e impulsão horizontal;
  • Amapá, 2017: teste de equilíbrio, abdominais, barra fixa e corrida de 12 minutos;
  • Amazonas, 2009: flexão de braço, flexão abdominal e corrida de 12 minutos;
  • Pará, 2020: teste de flexão de braço com o apoio de frente ao solo, flexão abdominal e corrida de 12 minutos;
  • Acre, 2017: teste de apoio de frente sobre o solo, teste de resistência abdominal em 1 minuto, teste dinâmico de barra fixa com pegada em pronação para homens, teste de barra fixa com pegada em pronação para mulheres, teste de corrida para homens – desempenho mínimo de 2.200 metros (Cooper) e teste de corrida para mulheres – desempenho mínimo de 1.800 metros (Cooper);
  • Rondônia, 2014: flexão de braço com apoio de frente ao solo, abdominais tipo remador e corrida de 12 minutos;
  • Tocantins, 2014: flexão de braço, flexão abdominal e corrida de 12 minutos;
  • Maranhão, 2017: flexão de braço na barra fixa (masculino) ou estático de barra (feminino), impulsão horizontal, flexão abdominal e corrida de 12 minutos;
  • Piauí, 2018: flexão e extensão dos cotovelos (braços) com apoio de frente sobre o solo, abdominal tipo remador e corrida de 12 minutos;
  • Ceará, 2014: flexo-extensão de cotovelos sobre o solo em apoio no banco para mulheres, flexo-extensão de cotovelos em apoio de frente sobre o solo para homens, resistência abdominal, corrida de 50 metros e corrida de 12 minutos;
  • Rio Grande do Norte, 2020: teste em barra fixa – flexão – para o sexo masculino e teste estático em barra fixa – flexão – para o sexo feminino, impulsão horizontal, flexão abdominal e corrida de 12 minutos.
  • Paraíba, 2008: corrida de 12 minutos;
  • Pernambuco, 2016: flexão de braço na barra fixa (masculino) ou estático de barra (feminino), impulsão horizontal, natação e corrida de 12 minutos;
  • Alagoas, 2012: barra dinâmica (masculino) e barra estática (feminino), flexão abdominal e corrida de 12 minutos;
  • Sergipe, 2018: flexão de braço na barra fixa (masculino) ou estático de barra (feminino), impulsão horizontal e corrida de 12 minutos;
  • Bahia, 2018: teste dinâmico de barra (masculino) ou teste estático de barra (feminino), flexão abdominal, corrida de 12 minutos e natação de 50 metros;
  • Mato Grosso, 2017: teste dinâmico de barra (masculino) ou teste estático de barra (feminino), flexão abdominal, corrida de 12 minutos e natação de 50 metros;
  • Goiás, 2018: corrida de 12 minutos;
  • Distrito Federal, 2014: teste de barra fixa, flexão abdominal, meio sugado e teste de corrida de 12 minutos;
  • Mato Grosso do Sul, 2017: flexão e extensão dos membros superiores com o corpo suspenso em barra fixa (masculino) e sustentação na barra fixa (feminino), flexão abdominal tipo remador, salto em altura, salto em distância e corrida;
  • Minas Gerais, 2018: flexão de braço (apoio), agilidade e coordenação motora, corrida de 50 metros rasos e teste de cooper de 12 minutos;
  • Espírito Santo, 2013: apoio de frente sobre o solo, abdominais e corrida de 12 minutos;
  • Paraná, 2020: corrida de segmento de 9,14 metros 4 vezes (36,56 metros no total), flexão abdominal; salto em extensão; impulsão vertical; corda (escalada); corrida aeróbica de 12 minutos;
  • Santa Catarina, 2014: impulsão horizontal, flexão abdominal em 1 minuto, flexão na barra, sustentação na barra fixa (apenas feminino) e teste de léger (20 metros, corrida de vai e vem);
  • Rio Grande do Sul, 2018: teste de flexibilidade (sentar e alcançar), flexão abdominal, barra fixa e corrida de 12 minutos.

Observação importante: o último concurso para Delegado em Roraima ocorreria, na verdade, em 2018. Todavia, o certame foi cancelado. Portanto, consideramos o de 2003 como sendo o último para a Carreira. O mesmo acontece com Espírito Santo: como o certame de 2019 foi anulado, portanto, consideramos o de 2013 como sendo o último para o cargo.

Analisando os editais, percebemos algumas peculiaridades que merecem ser destacadas:

1 – Os exercícios de flexão de braço, apoio de cotovelos, flexo-extensão e apoio de frente sobre o solo são executados basicamente da mesma forma: em posição de decúbito frontal, com os braços estendidos, em movimentos de flexão.

2 – O salto em extensão, exigido no Paraná, equipara-se ao teste de impulsão horizontal. Além dele, o Estado exigiu também o de impulsão vertical.

Diante de todos esses detalhes, os exercícios mais comuns são:

– Corrida: 26 Estados

– Abdominais: 19 Estados

– Teste de barra (fixa ou estática): 14 Estados

– Flexão de braços no solo ou teste de apoio: 12 Estados

– Teste de impulsão: 7 Estados

Por fim, quanto ao último edital para Delegado de Polícia Federal, de 2021, os candidatos foram submetidos aos exercícios de barra fixa, impulsão horizontal, natação (50 metros) e teste de corrida de 12 minutos.

Quer saber como incluir a preparação física em seu cronograma de estudos e como se preparar corretamente para essa fase dos concursos? Confira o 29º episódio do Supremo Cast! Nossos apresentadores conversaram sobre o assunto com Brucce Cota, gerente técnico da academia do Minas Tênis Clube, profissional de Educação Física e especialista em treinamento esportivo. Seguem os links:

Spotify:https://open.spotify.com/episode/0Lc8tUWuVx9U5yU9QAQQPI


YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=Qcnn-R9Z81g&t=16s

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos!

Fique atento ao nosso site, às nossas redes sociais e prepare-se conosco! Acesse: supremotv.com.br e siga-nos no Instagram: @supremotv.

Aproveite para seguir nosso canal no Telegram! Divulgamos conteúdos exclusivos e em primeira mão para você saber de editais e notícias antes de todo mundo! Faça parte agora mesmo: bit.ly/TelegramSupremo.

Compartilhe este post!

Nenhum comentário - Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

RSS feed para comentários neste post. TrackBack URL

Deixe seu comentário