SupremoCast – Publicidade na advocacia

O advogado pode fazer publicidade? Quais os limites dessa atuação? Este é o tema do 26º episódio do Supremo Cast!

Nossos apresentadores Bruno Zampier (@zampierbruno), Francisco Menezes (@proffranciscomenezes) e Carol Carlos (@carolsupremo) conversam sobre publicidade na advocacia com Rafael Moura (@profrafaelmoura), advogado criminalista e professor do Supremo de Prática Penal e de Ética para a OAB, e com o sócio-fundador do JusBrasil, Luís Paulo Pinho (@lppinho).

O bate-papo foi descontraído, aprofundado e abordou os seguintes assuntos: diferença entre publicidade e propaganda; mercantilização da advocacia; os dramas enfrentados pelos jovens advogados ao ingressarem no mercado de trabalho; marketing jurídico digital; utilização profissional de redes sociais; publicidade informativa; os limites entre a publicidade informativa e a captação de clientela; utilização de letreiros, outdoors e de anúncios patrocinados em redes sociais para divulgação do trabalho advocatício e penalidades para quem descumpre as determinações do Código de Ética e Disciplina da OAB. Além disso, a conversa também perpassou pelos termos vagos utilizados por este Código, tais como discrição e sobriedade, e tratou sobre a audiência pública promovida pela OAB para propor nova regulamentação da publicidade na advocacia.

O Supremo Cast escolheu trabalhar este tema, pois, além de muito pedido, gera muitas dúvidas nos profissionais do Direito. Estudantes da graduação e advogados questionam quais as condutas permitidas e proibidas pelo Código de Ética e Disciplina da OAB e quais os limites éticos da atividade advocatícia. E estas perguntas têm se potencializado atualmente, em razão da maior utilização da internet como poderosa ferramenta de trabalho e divulgação. Portanto, o objetivo deste episódio é sanar as dúvidas dos ouvintes, para que consigam exercer a advocacia da maneira mais segura e correta possível.

Dica Suprema:

Francisco Menezes indicou os podcasts Segurança dos Direitos, de Criminólogos da USP, e Criminal Player, de Aury Lopes Jr. e Alexandre Morais da Rosa.

Carol Carlos indicou o filme Parasita, vencedor de 4 Oscars.

Rafael Moura indicou os podcasts Café da Manhã, Do Zero ao Topo e o 21º episódio do Supremo Cast, O Hábito de Adiar a Própria Vida, com Simone Demolinari. Também indicou o livro Vade Mecum Doutrina OAB, escrito pelos professores do Supremo e publicado pela Editora Foco.

Luís Paulo Pinho indicou os podcasts Finding Mastery e Masters of Scale.

Bruno Zampier indicou a série The Pharmacist, do Netflix.

Assista ao vídeo!


Para enviar sugestões, feedbacks e comentários escreva para supremocast@supremotv.com.br.

O SupremoCast está em todas as plataformas de podcasts, tais como Spotify, Apple Podcast, Deezer e SoundCloud. Aperte o play agora mesmo e fique por dentro do assunto!

Compartilhe este post!

Nenhum comentário - Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

RSS feed para comentários neste post. TrackBack URL

Deixe seu comentário