10 perguntas e respostas sobre o concurso para Delegado PC/RJ

 

Bruno Zampier

Delegado de Polícia Federal
Professor e Coordenador do SupremoTV

 

Nas últimas semanas, muita coisa tem sido falada sobre a abertura de um novo concurso para Delegado de Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, principalmente porque os integrantes da Comissão de Concurso já foram indicados, no próprio perfil da PCERJ no Instagram. E como temos recebido várias dúvidas de alunos, resolvemos elaborar estas perguntas e respostas:

         1 – É verdade que o Edital será publicado nas próximas semanas?

Bom, não é possível afirmar categoricamente isto! O que temos até o momento é uma sinalização da chefia de Polícia Civil, solicitando a abertura de novo concurso para o preenchimento 100 vagas. Logo, a esperança de novo edital é grande. Já está em andamento todo um trâmite burocrático para a contratação da Banca pela ACADEPOL. De todo modo, o atual Governador Wilson Witzel autorizou a abertura do concurso, o que sinaliza que a decisão política fundamental já foi tomada. A possibilidade de Edital é para o fim de 2019, com provas no primeiro trimestre de 2020.

         2 – Quando foi o último concurso para Delegado no Rio de Janeiro?

O último concurso ocorreu em 2012 e foi organizado pela FUNDAÇÃO CARLOS AUGUSTO BITTENCOURT, a FUNCAB. Naquela oportunidade também foram abertas 100 vagas. A PCERJE já divulgou todos os membros titulares e suplentes que integrarão a banca do concurso. Confira quem são os titulares e que muito provavelmente elaborarão as questões: o Desembargador do TJRJ, Paulo Rangel e os Delegados de Polícia Carlos Rangel e Carlos Augusto Nogueira como examinadores de Processo Penal; o juiz Alexandre Abrahão e os delegados Adriana Mendes e Bruno Gilaberte para Direito Penal; o Desembargador Federal do TRF da 2ª Região, Guilherme Calmon Nogueira da Gama, a delegada Renata do Amaral e o advogado Frederico Price em Direito Civil; os Delegados de Polícia Civil do Rio de Janeiro, Alessandra da Silva Andrade e Marcos Motta, para Direito Administrativo; o Procurador do Estado José Carlos Vasconcellos dos Reis e os Delegados de Polícia Marcus Neves e Luiz Marcelo, para Direito Constitucional; o delegado Wilson Palermo e os médicos Gabriela Graça e Ricardo Barcellos em Medicina Legal.

         3 – Quais as matérias foram exigidas no último edital?

Naquela oportunidade, os candidatos fizeram 100 questões na prova objetiva, com cinco alternativas das seguintes disciplinas: Direito Administrativo (20 questões), Direito Constitucional (20 questões), Direito Civil (10 questões), Direito Processual Penal (20 questões), Direito Penal (20 questões) e Medicina Legal (10 questões).

Vale destacar que todas estas disciplinas são também exigidas nas provas discursivas e orais.

         4 – Haverá mudanças no próximo edital, tais como a cobrança de novas matérias ou a elaboração de peça prática profissional?

Não é possível dizer! Temos que aguardar o edital ser publicado para sabermos quais as eventuais mudanças irão ocorrer. A princípio, boatos dão conta de que a maior parte do edital passado será mantida, com pequenos acréscimos de conteúdo.

         5 – Será exigida prática jurídica ou policial para Delegado Rio?

Como já explicamos em outras oportunidades, para que haja esta exigência é necessário que haja norma legal prévia. Até o momento, não há lei no Rio de Janeiro neste sentido. Portanto, acredita-se que o próximo edital, tal qual o anterior, não venha exigir prática jurídica ou policial. Há projetos de lei neste sentido, mas que provavelmente não entrarão em vigor antes da publicação do novo edital.

         6 – Há prova física neste concurso?

No edital de 2012 houve teste físico, consistente apenas num simples exame ergométrico. Não há prova física como em outros concursos para Delegado.

         7 – Quais os vencimentos de um Delegado no Rio de Janeiro?

Segundo o Portal da Transparência, os vencimentos brutos gravitam em torno de R$ 21.000,00 (vinte e um mil reais). Contudo, fala-se nos bastidores da PCERJ que já há um entendimento com o atual governador para que os salários dos Delegados sejam equiparados aos da Defensoria Pública e Procuradoria do Estado, carreiras jurídicas do Executivo Estadual, ultrapassando-se assim a casa dos R$ 30.000,00 (trinta mil reais).

         8 – Ser Delegado de Polícia no Rio de Janeiro é perigoso?

A região metropolitana do Rio de Janeiro, como é sabido, tem áreas em que há predomínio ainda hoje de organizações criminosas e que inspiram cuidados, não apenas por parte de policiais, como da população em geral. Contudo, não há como dizer que ser Delegado no Rio de Janeiro seja mais perigoso que em qualquer outro estado da federação. A carreira policial é evidentemente alvo de criminosos em todo lugar, razão pela qual aquele que opta por esta nobre função deverá adotar hábitos que não lhe exponham a um risco ainda mais elevado.

         9 – Onde consigo o último edital?

Simples, clique neste link: http://bit.ly/EditalPCRJ2012

         10 – O Supremo irá preparar os candidatos para o concurso de Delegado Rio?

Com certeza! O compromisso do Supremo é preparar os futuros Delegados para todos os concursos do Brasil. Estamos cumprindo esta missão desde 2011 com muito êxito. Ao longo deste tempo, foram mais de 1500 ex-alunos aprovados, apenas para a Carreira de Delegado de Polícia! E seremos o curso com o maior número de aprovações no próximo concurso de Delegado Rio de Janeiro; esta é a nossa meta, apoiando o aluno em cada etapa, de mãos dadas até a aprovação. Nossa preparação começa com a turma específica para a prova objetiva, pré-edital. Matricule-se agora através do nosso site! Com a publicação do edital, lançaremos a turma intensiva, com o Hora H incluído.

 

Supremo, a Casa do Delegado.

Compartilhe este post!

Nenhum comentário - Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

RSS feed para comentários neste post. TrackBack URL

Deixe seu comentário