Quando devo começar a estudar para concursos?

Deseja prestar concursos públicos, mas tem dúvidas sobre quando começar a se preparar? Neste artigo, te explicaremos as vantagens de iniciar os estudos antes da publicação do edital. Continue a leitura!

width=

Um erro comum de muitos candidatos que iniciam os estudos para concursos públicos é começar a se preparar somente após a publicação do edital.

Um candidato tem, em média, 3 meses para se preparar para um concurso, caso comece a estudar após a publicação do edital. Isso porque, em regra, este é o tempo existente entre a abertura do concurso e a aplicação da primeira etapa.

Todavia, quando falamos de concursos públicos, é preciso considerar o grande número de matérias que o concurseiro precisa dominar para se submeter a todas as fases e também a acirrada disputa, que tem sido cada vez mais frequente, já que muitos têm buscado a segurança de um cargo público.

Quem está no mundo dos concursos há um tempo sabe bem que é praticamente impossível se classificar dentro do número de vagas, sem que haja uma boa preparação anterior. Afinal, ser aprovado não é um ato, mas sim um processo de longo prazo.

Além do grande volume de matérias que normalmente devem ser estudadas, é notório que a concorrência também é um fator de peso. Para se ter uma ideia, o concurso do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que aconteceu em 2016, registrou mais de 1 milhão de inscritos para a disputa de 950 vagas, para cargos de níveis médio e superior.

Por isso, iniciar a preparação antes da publicação do edital proporciona ao candidato algumas vantagens: ele se antecipa, estuda com tranquilidade as matérias que são sempre cobradas, e dispõe de tempo hábil para se aprofundar em matérias que sejam inéditas, conhecidas somente após a publicação do edital.

Para lhe ajudar, a seguir mostraremos tudo o que você deve saber para começar a estudar para concurso antes da publicação do edital, dando dicas de como se organizar, quais matérias devem ser priorizadas e métodos de aprendizagem.

●     Como devo me organizar?

Cada vez mais, as bancas examinadoras vêm cobrando um número maior de matérias e assuntos. Se você não tiver um bom planejamento, é improvável que consiga se organizar para estudar tudo o que é necessário e de maneira eficiente.

Antes, é importante destacar que cada um tem sua maneira de se organizar, e que com o tempo você vai aprender e adaptar a melhor forma de fazer isso. Mas existem algumas dicas que, de modo geral, são utilizadas pela maioria dos concurseiros mais experientes.

Planeje sua rotina em agendas ou planilhas, separando o tempo que você tem para estudar diariamente. Defina as matérias, os conteúdos, de acordo com a dica anterior, os horários e a forma como estudará cada disciplina (se por vídeo-aulas, leitura de doutrina, leitura de lei seca, estudo de julgados dos tribunais ou se por outras formas que sejam mais adequadas para você).

Ao cumprir as metas estabelecidas, marque-as como tarefas realizadas. Isso te fará enxergar todo seu processo, sua evolução e lhe mostrará, de forma bastante visual, o que ainda falta estudar. 

  • Confira aqui a mentoria dada pelo professor e delegado federal Bruno Zampier sobre como organizar seus estudos em 2022:

●     Quais matérias estudar?

É imprescindível que você tenha um cargo específico em seu foco. Isso porque há várias carreiras disponíveis para seguir, como a área jurídica, fiscal, segurança pública, tribunais, entre outras. E cada uma delas requer um tipo de preparação.

Para isso, é necessário que sejam feitas pesquisas para entender quais áreas são possíveis de concorrer, já que muitas delas exigem graduação no ensino superior, outras num curso específico como Direito, por exemplo. Além disso, é fundamental ponderar as atividades que você terá de desempenhar, a remuneração, a necessidade de mudança de cidade caso ocorra a aprovação, a carreira, etc.

Tome como base de estudos o último edital do concurso que almeja, considerando as devidas alterações legais e de conteúdo. Analise toda a programação do certame e estabeleça os temas que serão estudados em cada disciplina.

●     Qual é o melhor método de estudo?

Assim como a organização dos seus estudos, o método a ser utilizado também é muito individual. O que pode ser bom e eficiente para um, pode não funcionar para outro. Sendo assim, o ideal é analisar as técnicas que mais respeitam sua rotina e a melhor forma de aprendizado para você.

Nesse momento, vale testar e fazer as adaptações necessárias para adequar o melhor método à sua realidade. O estudo por ciclos é um dos mais conhecidos, que consiste, basicamente, em reunir todas as disciplinas que devem ser estudadas.

Assim, você determina o tempo que vai estudar cada matéria (o ideal é entre 30 minutos e uma hora) e define um período mais longo para as disciplinas de peso maior. Depois de passar por todas elas, o ciclo deve ser recomeçado.

Esse método lhe “obriga” a dar espaço para todas as matérias, pois um problema muito recorrente é quando o concurseiro define dias na semana para estudar tal matéria e, se acontecer algum imprevisto, ele fica sem estudá-la. Com o ciclo de estudos, não importa o dia, e sim a matéria que deve ser estudada.

  • Lembrando que o Supremo vai de mãos dadas com você até a aprovação!

A melhor época para traçar metas e fazer planejamento é agora! Aproveite os descontos e comece já a sua  jornada de estudos rumo a tão sonhada aprovação em um concurso público!

Desde cursos para reforçar sua base jurídica, turmas pré-edital e edital publicado, nós do Supremo, vamos te acompanhar durante toda a jornada de estudos.

  • SUPERUS:

Visando otimizar seu aprendizado, nossos alunos vão embarcar na jornada de estudos no SUPERUS! Com a nova plataforma do Supremo seu aprendizado será mais prático e intuitivo, auxiliando o seu desenvolvimento com novas ferramentas como:

  •  Jornada Guiada por Metas: buscando sempre a excelência no processo de aprendizagem, o novo sistema estrutura o estudo por metas. Assim, com facilidade e organização, o aluno trilhará a formação de sua aprendizagem, concluindo a sua meta de estudos.
  • Caderno Inteligente: nele, o aluno poderá efetuar anotações das aulas, de forma organizada, contribuindo para um estudo eficaz e sistematizado. Dessa forma, você terá um caderno estruturado e anotações sincronizadas com o tempo da aula em que elas foram criadas.

Aproveite o último dia de descontos e Matricule-se já:

https://www.supremotv.com.br/promotor-de-justica-de-minas-gerais-2022-pre-edital

Inscreva-se: https://www.supremotv.com.br/trt-3a-regiao-(direito)-2022-pre-edital

Gostou deste artigo? Compartilhe com seus amigos!

Fique atento ao nosso site, às nossas redes sociais e prepare-se conosco!

Conheça nossos cursos em supremotv.com.br e siga-nos no Instagram: @supremotv.

Aproveite para seguir nosso canal no Telegram! Divulgamos conteúdos exclusivos e em primeira mão para você saber de editais e notícias antes de todo mundo! Faça parte agora mesmo: bit.ly/TelegramSupremo.

Compartilhe este post!

Nenhum comentário - Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

RSS feed para comentários neste post. TrackBack URL

Deixe seu comentário