É possível conciliar advocacia e estudo para concursos públicos?

31/05/21 | Exame da OAB | por

width=

No início da Faculdade de Direito, é normal que alguns professores iniciem as aulas questionando os alunos com a seguinte pergunta: “o que você pretende com o Direito?”

Nesse momento, muitos alunos descrevem o caminho que querem seguir no Direito, dizendo que têm o sonho de se tornarem advogados, juízes, promotores, Delegados, dentre outras profissões. E é a partir desse momento que muitos estudantes acham que não é possível conciliar advocacia e estudo para concursos públicos.

Nos períodos iniciais do curso, a maioria dos alunos ainda não têm tanta certeza de qual caminho seguir. Muitos ainda não fazem a menor ideia, e isso é natural! Afinal, nesse momento, ainda não foi estudada a maioria das disciplinas dos cursos de Direito e muitas oportunidades de estágios ainda não começaram a surgir.

No decorrer da graduação, os estudantes começam a definir melhor suas prioridades e entendem que se submeterem ao Exame de Ordem poderá render bons frutos, mesmo aos que pretendem seguir uma carreira pública posteriormente.

São vários os motivos pelos quais é uma boa ideia realizar a prova da OAB. O primeiro deles é a prática jurídica. Muitos Editais de Concursos Públicos têm como requisito para o exercício do cargo a prática jurídica. Apesar do auferimento de tal prática ser possível através de outras atividades, o exercício da advocacia é uma das possibilidades mais conhecidas.

Portanto, advogar – o que só é possível após aprovação no Exame de Ordem – pode lhe ajudar a se tornar apto ao exercício do seu cargo dos sonhos!

Além disso, a advocacia é uma nobre profissão através da qual você poderá custear seus estudos para Concursos Públicos, bem como adquirir experiência como operador do Direito.

Afinal, um advogado que conhece bem os trâmites dos processos, a dor do seu cliente e a estrutura das peças jurídicas, certamente será um Juiz mais completo ou um Defensor Público mais preparado. E isso vale para diversas outras carreiras.

Alguns alunos têm o benefício de se dedicarem exclusivamente aos estudos para Concursos Públicos, mas a maioria dos concurseiros precisa trabalhar enquanto estuda e isso é natural, além de estar longe de ser um fator impeditivo para a provação em Concursos!

Contar com a possibilidade de exercer a advocacia para se desenvolver como profissional, bem como para custear seus estudos, é uma grande vantagem!

Portanto, chega dessa história de dizer que quem quer concurso não deve se submeter ao Exame de Ordem. Garantir sua aprovação na OAB pode ser uma boa estratégia e uma grande vantagem!

Agora que você já conhece alguns dos benefícios de se tornar advogado(a), que tal começar a pensar em sua preparação?

Pensando nisso, nós criamos A TURMA OAB 1ª fase Extensivo – XXXVI Exame!

A prova do Exame de Ordem exige cada vez mais dos candidatos, sendo importante uma boa preparação para que o aluno alcance a tão sonhada aprovação! Para ajudá-lo nesse objetivo, o SUPREMO formatou o curso OAB 1ª Fase Extensivo – XXXVI Exame, com aulas de revisões e exercícios de todas as matérias. Você irá a prova, preparado!

Com uma jornada guiada de estudos, mais de 160 horas de videoaulas e acesso a resumos em PDF e diversos quizzes para ajudar a fixar o conteúdo aprendido, a sua preparação será completa!

Matricule-se já!

OAB 1ª fase Extensivo – XXXVI Exame

Fique atento ao nosso site, às nossas redes sociais e prepare-se conosco! Acesse: supremotv.com.br e siga-nos no Instagram: @supremotv.

Compartilhe este post!

Nenhum comentário - Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

RSS feed para comentários neste post. TrackBack URL

Deixe seu comentário