SupremoCast – Por que estudar hermenêutica?

12/08/20 | Estudos | por

Por que estudar Hermenêutica? Esse é o tema do 47º episódio do Supremo Cast! Nossos apresentadores Bruno Zampier, Francisco Menezes e Carol Carlos conversam sobre o assunto com Mariah Brochado, professora da disciplina na Faculdade de Direito da UFMG e no curso de Reaprendizagem Jurídica do Supremo.

Essa é uma disciplina importantíssima na formação jurídica, pois compõe a base necessária à compreensão do Direito. Por isso, diante de sua grande relevância, o Supremo Cast decidiu falar sobre ela, com o intuito de levar conhecimento aos ouvintes e discutir criticamente as inúmeras situações cotidianas que a envolvem, demonstrando, ao mesmo tempo, seu caráter teórico e seu viés prático.

O descontraído bate-papo se iniciou com o conceito da matéria. A convidada fez um panorama geral de seu surgimento e objeto de estudo, explicou sobre Hermenêutica Geral, Filosófica e Nova Hermenêutica, tratou da desregionalização dessa ciência e das várias áreas a que ela se aplica além do Direito.

Ela também abordou as formas de interpretação cognoscitiva, representativa e normativa, tecendo considerações críticas sobre o atual cenário de arbitrariedades e decisionismo do Poder Judiciário.

Outros temas discutidos foram a força dos Tribunais, a autoridade dos precedentes e da jurisprudência, o ativismo judicial e a espetacularização do processo no contexto de pós-democracia, tendo como pano de fundo o bijuralismo jurídico, a neojudicatura e a sociedade do espetáculo, expressões muito bem explicadas pela convidada durante a conversa.

Mariah aproveitou para indicar uma obra de sua autoria para quem se interessa pela matéria e deseja iniciar os estudos com qualidade e muito conteúdo: Filosofia do Direito e Formação Humanística para concursos, editora CRV.

Dica Suprema:

Francisco Menezes indicou o episódio 86 do podcast Salvo Melhor Juízo, em que o apresentador conversa sobre Hermenêutica com Lenio Streck. Indicou também a música Carry On, da banda Angra.

Carol Carlos indicou o livro Hermenêutica Jurídica e(m) crise: uma exploração hermenêutica da construção do Direito, de Lenio Streck, publicado pela editora Livraria do Advogado.

Mariah Brochado indicou o filme La Enfermedad del Domingo (O vazio do domingo) e os episódios San Junipero e Be Right Back, da série Black Mirror, todos disponíveis na Netflix. Também recomendou o livro O fim da infância, de Arthur C. Clark.

Bruno Zampier indicou o livro Totem e Tabu, de Freud.

Clique aqui e assista ao vídeo deste episódio!


Para enviar sugestões, feedbacks e comentários escreva para supremocast@supremotv.com.br.

O SupremoCast está em todas as plataformas de podcasts, tais como Spotify, Apple Podcast, Deezer e SoundCloud. Aperte o play agora mesmo e fique por dentro do assunto!

Compartilhe este post!

Nenhum comentário - Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

RSS feed para comentários neste post. TrackBack URL

Deixe seu comentário