Concursos do TJMG – As verdades sobre os próximos editais

Concursos do TJMG – as verdades sobre os próximos editais

Definidas as bancas para os concursos de Primeira e Segunda Instâncias do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais e organizadoras aguardam definição das comissões para publicar editais.

 

PRIMEIRA INSTÂNCIA

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais – TJMG – ainda não confirmou se a reunião com a banca escolhida para organizar o concurso público da 1ª Instância, Instituto AOCP, que estava prevista para acontecer no último dia 09, de fato ocorreu.

Conforme o SUPREMO adiantou ( CONFIRA AQUI ), o contrato para a realização do próximo concurso público foi assinado e, segundo documento licitatório, a primeira reunião para definir a execução dos serviços, deveria acontecer 10 dias após a publicação do extrato do contrato no DJE.

O SUPREMO entrou em contato com o Instituto AOCP e foi informado que o Tribunal de Justiça de Minas Gerais ainda não definiu as diretrizes para o certame.

A assessoria de comunicação do TJMG reiterou que o concurso de 1ª Instância, tem como vencedor da licitação é o Instituto AOCP, destacando que o Edital nº 136/2018, foi homologado em 20/12/2018 e preferiu não falar em previsão para a publicação do tão esperado documento que vai definir sobre as regras do certame.

 

As vagas

Em que pese o Edital que trata exclusivamente das regras do concurso ainda não ter sido divulgado, é importante a análise do documento de contratação da banca. Lá foram definidas as vagas para o nível médio: oficial de justiça avaliador e técnico judiciário, cuja remuneração inicial é de R$2.683,58. Em nível superior, as oportunidades são para assistente social e psicólogo, com ganhos iniciais no valor de R$ 4.202,60. O número de vagas para cada cargo ainda não foi divulgado.

As provas para a Primeira Instância

Os candidatos farão uma prova objetiva de múltipla escolha, com 60 questões. Ela tem caráter eliminatório e classificatório, para todos os cargos/especialidades oferecidos e uma prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório que será feita no mesmo dia em que for aplicada a prova objetiva. O conteúdo contempla questões de língua portuguesa, noções de informática, noções de direito e conhecimentos específicos, sendo distribuídas da seguinte forma:

As provas serão realizadas em Belo Horizonte, Diamantina, Governador Valadares, Juiz de Fora, Montes Claros, Uberlândia e Varginha.

O último concurso para as especialidades assistente social e psicólogo foi realizado em 2011, enquanto que para preenchimento das vagas de técnico judiciário e oficial de justiça, foi em 2014.

 

SEGUNDA INSTÂNCIA

É grande a expectativa para a publicação do edital que define as regras para o concurso o TJMG – 2ª Instância. O TJMG, por meio da Assessoria de Comunicação, confirmou que a licitação 125/2018 teve como vencedor o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação – IBFC e foi homologada em 08 de janeiro passado, mas ainda não há previsão para a publicação do tão esperado edital.

O SUPREMO CONCURSOS entrou em contato com o IBFC por telefone. A atendente informou que o Instituto não tem previsão referente à publicação do edital, pois depende que a comissão organizadora encaminhe as diretrizes.

Outras fontes do SUPREMO junto ao TJMG disseram que os editais, tanto da Primeira quanto da Segunda Instância, saem em breve, mas preferiram não fazer previsão objetiva.

Para o Professor Bruno Zampier, coordenador do Supremo Concursos, frente a tanta especulação, o ideal é colocar o pé no chão, continuar os estudos (para quem já começou) ou começar o mais rápido possível (quem ainda não acordou para a vida). “Concurso público é uma construção diária. O candidato precisa focar no que ele quer, organizar-se e fazer a parte dele. Não existe fórmula mágica para ser aprovado! O caminho é estudar muito! Geralmente, os editais são publicados até três meses antes das provas então, quem quer garantir a aprovação deve começar a estudar o quanto antes”, enfatizou.

 

As Vagas para a Segunda Instância

Apesar do edital ainda não ter sido publicado, é possível iniciar a preparação desde já. Basta analisar o projeto básico do concurso TJMG 2ª Instância ( CONFIRA AQUI ). Segundo o documento, o concurso vai contemplar o provimento de vagas disponíveis e formação de cadastro de reserva dos cargos de Oficial Judiciário (Classe D), especialidades: Assistente Técnico de Controle Financeiro, Assistente Técnico de Sistemas e Oficial Judiciário, todos de nível médio de escolaridade, e de Técnico Judiciário (Classe C), especialidades: Administrador de Banco de Dados, Administrador de Rede, Analista de Sistemas, Engenheiro Civil, Engenheiro Eletricista, Engenheiro Mecânico, Enfermeiro, Estatístico, Médico e Técnico Judiciário todos de nível superior de escolaridade. Estima-se que cerca de 80 mil candidatos se inscrevam.

 

As provas

Os candidatos farão uma prova objetiva de múltipla escolha, com 60 questões. Ela tem caráter eliminatório e classificatório, para todos os cargos/especialidades oferecidos e uma prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório que será feita no mesmo dia em que for aplicada a prova objetiva.

O conteúdo abordará questões de língua portuguesa, noções de direito, informática, conhecimentos específicos e raciocínio lógico, tudo detalhado nos anexos abaixo:

 

Inscrições

O valor das inscrições deverá ser de R$ 70 para candidatos às vagas de nível médio e R$ 90 para nível superior.

 

O SUPREMO

O Supremo está de mãos dadas com você até a aprovação! Não espere a publicação dos editais. Comece já seus estudos, separando materiais, lendo e entendendo os últimos editais, lendo as leis secas indicadas. Nossas turmas serão lançadas em breve.

Compartilhe este post!

Nenhum comentário - Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

RSS feed para comentários neste post. TrackBack URL

Deixe seu comentário