Inspetor PCRJ: como foi o último concurso e o que esperar do próximo edital?

Está aguardando o próximo concurso de Inspetor da Polícia Civil do Rio de Janeiro e quer saber o que esperar do certame mais desejado pelos concurseiros? Continue a leitura e entenda detalhes dessa seleção que já se aproxima!

O que esperar do próximo edital?

O concurso para a Polícia Civil do Rio de Janeiro é um dos mais aguardados para 2021, e um dos motivos é o tempo transcorrido desde os últimos certames: já são 9 anos sem uma nova seleção para o cargo de Inspetor, por exemplo, e a defasagem de servidores da carreira só aumenta.

Mas a boa notícia é que a prova deve acontecer no segundo semestre deste ano. A informação foi dada pelo Governador do Estado, Cláudio Castro, que disse, ainda, que os editais já estão aprovados pela PGE. Allan Turnnowski, Secretário de Polícia Civil do Estado, foi ainda mais preciso: segundo ele, a previsão é de que o edital seja publicado em outubro. A banca já foi contratada e será a FGV. Além disso, com a publicação do edital de Delegado no dia 13/09, a expectativa aumenta, tornando o edital ainda mais iminente.

Também é importante mencionar que foi publicado, no dia 27/04/2021, o Decreto nº 47.585 de 2021 que autoriza 100 vagas para o cargo de Inspetor:

Para discutir o próximo edital e transmitir maiores informações sobre a seleção, o professor Bruno Zampier convidou a Delegada Thaianne Moraes e a Oficial de Cartório (Escrivã) Fernanda Ribeiro, ambas professoras do Supremo, para uma live imperdível, realizada no dia 23/04/2021, que você pode assistir clicando no link disponível ao final deste artigo.

Durante o bate-papo, as convidadas comentaram sobre os cargos, prática jurídica e disciplinas exigidas.

A Oficial de Cartório Fernanda Ribeiro explicou que, apesar de o Rio de Janeiro adotar uma nomenclatura diferente, os Inspetores exercem funções semelhantes às de Agente de Polícia, assim chamados em outros Estados.

Também citou as disciplinas que provavelmente serão cobradas no concurso de Inspetor, cargo que exigirá formação em qualquer curso superior: Português, Informática e Noções de Direito, que englobam Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito Administrativo e Direito Constitucional. Segundo ela, Português e Informática são o carro-chefe do concurso, pois totalizam 50 questões, ou seja, metade da prova.

Por fim, a convidada informou o salário inicial médio para Inspetor: aproximadamente R$ 5.000,00, além de triênios e outros fatores.

Como foi o último concurso?

Além das expectativas citadas na live pelas convidadas, analisar o último edital também é uma ótima forma de entender como o próximo certame pode funcionar, especialmente em termos de fases, de número de questões e de atividades necessárias ao teste físico. Por isso, pensando em te ajudar, destacamos as informações do concurso de 2012 nos próximos tópicos. Vamos entender?

Informações gerais

Conforme já mencionado, o último edital para Inspetor foi publicado em 2012, com oferta de 600 vagas, tendo sido organizado pela banca Fundação Euclides da Cunha de Apoio Institucional à Universidade Federal Fluminense – FEC. Foi exigido nível superior em qualquer graduação e a remuneração alcançava R$ 2.08770.

Fases

Os candidatos ao concurso foram submetidos a duas fases, sendo a primeira composta pelas seguintes etapas:

  • 1ª Etapa – Prova de Conhecimentos, de caráter eliminatório e classificatório;
  • 2ª Etapa – Prova de Capacidade Física, de caráter eliminatório;
  • 3ª Etapa – Exame Psicotécnico, de caráter eliminatório;
  • 4ª Etapa – Exame Médico, de caráter eliminatório.

A Segunda Fase, de caráter eliminatório e classificatório, consistiu no Curso de Formação Profissional (CFP), com apuração de frequência, aproveitamento e conceito.

Prova de conhecimentos

A prova de conhecimentos teve duração de 5 horas e foi composta por 100 questões de múltipla escolha, divididas da seguinte forma:

As disciplinas exigidas em conhecimentos específicos foram as seguintes:

Foram considerados aprovados na Prova de Conhecimentos os candidatos que obtiveram, no mínimo, 50% de pontos em cada um dos módulos isoladamente. A nota final foi o somatório das notas de cada um dos módulos elencados no quadro anteriormente citado.

Para resolver os casos de igualdade do total de pontos na Prova de Conhecimentos, a ordem de classificação obedeceu aos seguintes critérios sucessivos:

  • Idade igual ou superior a 60 anos, completos até o último dia de inscrição (Estatuto do Idoso);
  • Maior número de pontos nas questões de Conhecimentos Específicos;
  • Maior número de pontos nas questões da Prova de Língua Portuguesa;
  • Maior número de pontos nas questões da Prova de Conhecimentos básicos de Informática.

Prova de capacidade física

A prova de capacidade física consistiu em 4 testes físicos, todos de caráter eliminatório. As atividades para candidatas do sexo feminino foram as seguintes:

Para candidatos do sexo masculino, os exercícios exigidos foram os seguintes:

Exame psicotécnico

O Exame Psicotécnico, de caráter eliminatório, consistiu na aplicação coletiva de bateria de testes psicológicos, visando a apurar, de forma inequívoca, as características cognitivas, de aptidões emocionais, motivacionais e de personalidade necessárias para uma perfeita adaptabilidade e um bom desempenho profissional, em conformidade com o perfil profissiográfico estabelecido para o exercício do cargo, que implica o porte de arma de fogo.

De acordo com o resultado do Exame Psicotécnico, os candidatos foram classificados como recomendados e não recomendados.

A bateria de testes consistia em:

  • Teste de Personalidade, para avaliar traços da personalidade do candidato, tais como agressividade, instabilidade emocional, desempenho, temperamento de trabalho;
  • Teste de Inteligência ou Raciocínio, para investigar a habilidade do candidato em conceitos expressos em palavras; facilidade com que trabalha com conceitos, relações e operações numéricas e aspectos intelectuais; solução de problemas;
  • Teste de Aptidão, para investigar a capacidade do candidato em manter a atenção com qualidade e concentração e distinguir rapidamente semelhanças e diferenças de natureza não verbal, habilidade perceptual/concentração e perseverança.

No Exame Psicotécnico os candidatos obtiveram um dos seguintes resultados:

  • Recomendado: candidato apresentou, no momento atual de sua vida, perfil psicológico compatível com o perfil do cargo pretendido;
  • Não recomendado: candidato não apresentou, no momento atual de sua vida, perfil psicológico compatível com o perfil do cargo pretendido;
  • Faltante: candidato não compareceu à Avaliação Psicológica.

É importante lembrar que a não recomendação no Exame Psicotécnico não significa a pressuposição da existência de transtornos mentais. Indica, apenas, que o avaliado não atende aos parâmetros exigidos para o exercício das funções inerentes ao cargo.

Os candidatos não recomendados foram eliminados do concurso.

Exame médico

Todos os candidatos considerados recomentados no Exame Psicotécnico foram submetidos a Exame Médico, cujo ato de convocação definia os exames específicos a serem apresentados.

Ao final desta etapa, de caráter eliminatório, os candidatos foram considerados como aptos ou inaptos.

Curso de Formação Profissional

Foram considerados habilitados na Primeira Fase do concurso os candidatos aprovados na Prova de Conhecimentos, aptos na Prova de Capacidade Física, recomendados no Exame Psicotécnico e aptos no Exame Médico.

Os candidatos aprovados na Primeira Fase do concurso foram convocados, por meio de edital específico para matrícula no Curso de Formação Profissional, destinado à preparação técnica necessária ao regular desempenho das atribuições do cargo.

Por ocasião da matrícula, o candidato devia comprovar os requisitos de 18 anos completos e CNH de categoria “B”, no mínimo, pois o manuseio de armas de fogo e de condução de viatura eram atividades passíveis de execução durante o CFP.

Os candidatos tinham direito, enquanto durasse o CFP, a bolsa-auxílio correspondente a 80% do valor do vencimento da classe inicial do cargo à época, sem incidência de descontos previdenciários.

Além disso, durante o CFP foram efetuadas Verificações de Aprendizagem, de peso 01, e, ao final do Curso, foi efetuada Verificação de Aprendizagem, de peso 02. A nota final do CFP foi obtida mediante a extração da média ponderada dos resultados conseguidos pelo candidato-aluno nas referidas verificações.

Foram aprovados no CFP os candidatos que obtiveram, no mínimo, o grau final 50 em cada disciplina, bem como a frequência mínima exigida pela Academia de Polícia Sílvio Terra.

Prova de investigação social

Os candidatos foram submetidos à Prova de Investigação Social, de caráter eliminatório, considerando-se seus antecedentes criminais e sociais, bem como sua conduta no CFP.

A Investigação Social teve início após a conclusão da 1ª Fase, estendendo-se até a homologação do concurso.

A Banca de Investigação Social ficou responsável por examinar os atos da vida civil dos candidatos, podendo ser eliminados, quando constatada conduta desabonadora em sua vida pública ou particular, ainda que não considerada como ilícita, desde que incompatível com a natureza da função policial.

A Investigação foi realizada com base em documentos oficiais relacionados em formulário próprio, que continham perguntas de caráter pessoal.

Ao resultado da Investigação Social não foram atribuídos pontos ou notas, sendo o candidato considerado indicado ou contraindicado para o exercício do cargo.

Resultado final do concurso

Os candidatos aprovados nas duas fases foram classificados na ordem decrescente de sua nota final, tendo sido resolvidos os casos de empate a partir da seguinte preferência, sucessivamente:

  • Com idade igual ou superior a 60 anos;
  • Mais idoso, com idade inferior a 60 anos;
  • Com maior nota na Prova de Conhecimentos;
  • Com maior nota no módulo Conhecimentos Específicos da Prova de Conhecimentos;
  • Com maior nota no módulo Língua Portuguesa da Prova de Conhecimentos.

Prepare-se para o concurso de Inspetor da Polícia Civil do Rio de Janeiro!

Prepare-se para o concurso de Inspetor da Polícia Civil do Rio de Janeiro!

O Supremo vai com você até a aprovação! Somos referência nacional em carreiras policiais e temos o curso ideal para você: Inspetor de Polícia Civil do Rio de Janeiro Reta Final!

Com ele, você terá todos os diferenciais do Supremo e ainda a Garantia de Edital! Isso significa que, caso o edital para Inspetor do Rio de Janeiro seja publicado até 31/12/2021, os alunos matriculados neste curso terão acesso gratuito à turma teórica de primeira etapa no padrão Edital Publicado que lançarmos!

É a sua chance de garantir preparação completa! Clique aqui e conheça nosso curso:

https://www.supremotv.com.br/reta-final-inspetor-da-pcerj-2021

Clique aqui e assista à live:

Aproveite para seguir nosso canal no Telegram! Divulgamos conteúdos exclusivos e em primeira mão para você saber de editais e notícias antes de todo mundo! Faça parte agora mesmo: bit.ly/TelegramSupremo.

Compartilhe este post!

Nenhum comentário - Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

RSS feed para comentários neste post. TrackBack URL

Deixe seu comentário