Pós-graduação em Segurança Pública e Atividade Policial – 2018

26/03/18 | Carreiras | por

 

Segundo o último Censo da Educação Superior divulgado pelo Ministério da Educação, o curso de Direito é o que acolhe atualmente o maior número de estudantes em todo o Brasil. São 813.454 matriculados em instituições de ensino credenciadas pelo governo. De acordo com este levantamento, foram 95.701 pessoas concluindo o bacharelado no último ano.

Por estes dados, fica evidente que se destacar no mercado jurídico está cada vez mais complicado. Não há vagas de emprego no setor privado para todo este exército de formandos, razão pela qual muitos acabam buscando espaço junto ao serviço público, através de concorridos concursos.

Portanto, há muito, estudar e obter titulações acabam sendo diferenciais ultra importantes para quem quer seguir trabalhando nas Carreiras Jurídicas. E é exatamente neste ponto que o Supremo vem se destacando: apoiando os alunos na obtenção de conhecimentos para alcançarem sucesso profissional.

E seguindo esta nossa nobre jornada, apresentamos nossa segunda turma da Pós-graduação em Segurança Pública e Atividade Policial. A primeira começou em setembro de 2017 e tem sido um grande sucesso. A profundidade com a qual os temas tem sido trabalhados pelos professores tem sido reconhecida pelos alunos.

Você já se imaginou com um título de especialista numa das áreas mais sensíveis do nosso País?

A Segurança Pública, como sabido, não vem merecendo dos diversos níveis de governança a atenção necessária. Conviver com a sensação de vulnerabilidade, infelizmente, tornou-se cotidiano da população brasileira.

A intervenção do Governo Federal na Segurança Pública do Estado do Rio de Janeiro vem mostrando o quanto é uma área sem planejamento, em que pese a premente necessidade. Aliás, os alunos da primeira turma realizaram um importante trabalho de pesquisa, no qual se discutiu esta polêmica utilização do instituto constitucional da intervenção.

De igual maneira, a Atividade Policial, fundamental à proteção de bens e pessoas, não tem merecido da sociedade o reconhecimento devido, fato este que inclusive acaba por alcançar a própria doutrina jurídica.

Há que se formar novos profissionais que possam, num futuro próximo, contribuir decisivamente para o debate e tomada de decisões acerca destes temas sensíveis

Em parceria com a Faculdade Arnaldo, uma das instituições mais antigas e respeitadas do Estado de Minas Gerais, a pós ocorrerá nas modalidades presencial (Belo Horizonte) e online, através da plataforma do Supremo.

Serão doze meses de aulas, em sábados alternados, sendo que o primeiro encontro já está agendado: 14 de abril de 2018. O término das aulas está programado para 16 de março de 2019. Concluídas as aulas, o aluno terá mais seis meses para redigir seu trabalho de conclusão de curso, com temas relativos à área de especialização.

As vantagens em se fazer uma pós-graduação são evidentes. Mas, gostaríamos de frisar alguns: a) continuidade de sua vida acadêmica, habilitando-se para um futuro mestrado e doutorado, além da possibilidade de lecionar; b) pontuação em provas de títulos de concursos públicos; c) ser um especialista e não simplesmente mais um bacharel entre tantos; d) progressão na carreira pública ou privada desejada.

E o corpo docente já está escalado: será composto por professores que trabalham diretamente na área de Segurança Pública e que trarão aos alunos questões sensíveis e polêmicas, propiciando um enriquecedor ambiente de debate, todos sob a coordenação de Bruno Zampier, Delegado de Polícia Federal, Elisa Moreira e Murillo Ribeiro, Delegados de Polícia Civil de Minas Gerais.

E então, o que você está esperando para se tornar especialista em Segurança Pública e Atividade Policial? Matricule-se agora mesmo: http://www.supremotv.com.br/categories/pos

Aos estudos!

Compartilhe este post!

Nenhum comentário - Quero comentar!

Nenhum comentário ainda.

RSS feed para comentários neste post. TrackBack URL

Deixe seu comentário